Blog

Doenças oculares comuns na gravidez

A gravidez é um período de muitas mudanças hormonais que causam diversas alterações emocionais, físicas e psicológicas. Essas alterações também afetam os olhos, desde o aumento no grau das lentes até doenças oculares.

Essas alterações são causadas principalmente pela retenção de líquido que pode alterar o formato e a espessura da córnea e do cristalino.

Também pode ocorrer o surgimento de miopia, hipermetropia ou astigmatismo. Como são causados pela intensa variação hormonal, na maioria dos casos voltam ao normal após três ou seis meses do parto.

PRINCIPAIS DOENÇAS OCULARES NA GRAVIDEZ

Alterações Refracionais:

Como comentado anteriormente, a retenção de liquido que ocorre na gestação pode levar a alterações no formato e espessura da córnea e do cristalino, o que acarreta as mudanças refracionais.

Síndrome Do Olho Seco:

Durante a gravidez ocorre algumas alterações também na composição da lágrima, causando a sensação de corpo estranho, coceira, ardor e lacrimejamento. Grávidas que usam lentes de contato podem sentir algum desconforto como decorrência disso.

Complicações Oculares Resultantes Da Pré-Eclâmpsia E Eclampsia:

 A pré-eclâmpsia é uma doença hipertensiva específica da gravidez, que ocorre em aproximadamente 5% das grávidas. Ela pode levar ao comprometimento dos vasos sanguíneos da retina, podendo causar hemorragias, edema, sintomas de fotopsias, manchas escuras, visão embaçada e visão dupla.

Retinopatia Diabética:

Para as grávidas que possuem diabetes, é fundamental um acompanhamento médico durante a gestação, pois as alterações hormonais e vasculares podem piorar a retinopatia diabética que, se não tratada pode levar ao comprometimento definitivo da visão.

Serosa Central:

Uma doença que surge na região da mácula, a parte central e mais importante da retina. As alterações hormonais desse período aumentam o risco do surgimento do problema.

 

Nesse período é fundamental que a mulher tenha um acompanhamento com o seu oftalmologista.